Todos esses aparelhos e aos acessórios utilizados na pratica do método foram criados com o objetivo de auxiliar os alunos na execução dos exercícios de solo quando os mesmos apresentavam uma falta de conexão com o centro de força, retificações vertebrais e suas compensações, hipomobilidade vertebral, rigidez articular, encurtamentos musculares e muitas outras restrições de movimentos.

Vamos falar do surgimento de dois equipamentos dos mais comuns em studios de pilates: cadillac e reformer.

http://fitness.makeupandbeauty.com/wp-content/uploads/2013/04/pilates_cadillac.jpg

Chamado de Cadillac devido ao seu grande esplendor e como tal deveria ter um nome relacionado a algo de igual valor na época, que era o automóvel Cadillac, esse equipamento foi elaborado por Pilates durante a Primeira Guerra Mundial, no período em que esteve recluso e trabalhando como enfermeiro num campo de concentração de Lancaster na Inglaterra.

A sua primeira versão consistia da adaptação de uma estrutura fixada a cama hospitalar, como um beliche sem o seu estrado superior, onde eram acopladas as molas de outra cama com alças e diferentes acessórios.

http://www.awaros.com.tr/ui/img/content-photos/pilates-reformer/pilates-reformer-1-b.jpg

Já o reformer foi idealizado como um carro que corre sobre rodas em uma plataforma de alumínio ou madeira. Onde as molas são utilizadas para alterar a resistência na execução dos exercícios, aumentando-se ou diminuindo-se de acordo com a capacidade do praticante ou o tipo de movimento a ser realizado. E como no Cadillac também possui acessórios como as alças de mão, tornozelo e pé.

http://www.transformptpilates.com/images/blog/pilates-theraband-exercise.jpg

O Pilates no Thera-band é uma das maneiras mais fáceis de usar um "equipamento" para a prática de Pilates.

Veja algumas dicas e cuidados para executar os exercícios de pilates obtendo o melhor resultado possível.

Hundred - mantenha sua região abdominal bem acionada enquanto bombeia os braços (não deixe o umbigo "saltar"); mantenha os ombros baixos; se sentir tensão no pescoço, execute o movimento com a cabeça apoiada num travesseiro ou almofada; fique atenta à respiração.

Double straight leg stretch - mantenha sua região abdominal bem acionada enquanto as pernas descem (não deixe a lombar curvar); mantenha os ombros baixos; se sentir tensão no pescoço, execute o movimento em menor amplitude com a cabeça apoiada num travesseiro ou almofada.

Rowing - mantenha a coluna bem inclinada e ereta ao longo de todo o exercício. Se for necessário, flexione os joelhos para facilitar a posição inicial; mantenha os ombros encaixados; não enrole os ombros quando os cotovelos estenderem.

Arm Circles - mantenha a coluna bem ereta ao longo de todo o exercício; se for necessário, flexione os joelhos até sentir que está bem sentada sobre os "ossinhos de sentar" (ísquios); mantenha os ombros "encaixados" para baixo, principalmente quando os braços subirem.

Pilates exercícios para fazer em casa

Bridge - Ao executar a subida da pelve, sinta o apoio distribuído na região dos ombros, e não apenas no pescoço; Mantenha a altura da pelve enquanto alterna as pernas; Se sentir muita dificuldade, inicie treinando apenas a posição da ponte, sem retirar um das pernas do apoio.

http://guideimg.alibaba.com/images/trip/1/03/18/6/coastal-core-pilates_148836.jpg

Ao todo, o Pilates compreende mais de 500 movimentos e centenas de variações, que devem ser realizadas com poucas repetições e muita precisão, controle respiratório, alinhamento postural, concentração e fluidez de movimentos, uma mistura equilibrada de treino de força, flexibilidade e resistência.

A procura por uma atividade física adequada para portadores de patologias, tem aumentado consideravelmente nos últimos tempos, onde o Pilates tem se destacado pelo seus vastos benefícios e ganhado espaço cada vez maior na mídia, consequentemente nas clínicas de fisioterapia e academias, pois não só trabalha como fonte preventiva, mas como também na reabilitação de dores e problemas na coluna.

Ao realizar os exercícios, a região conhecida como CORE, que contempla o conjunto de músculos dorsais e abdominais, é trabalhada, e o fortalecimento desta área melhora a postura e o equilíbrio. As musculaturas mais profundas, como os transversos do abdômen que fazem parte da região anterior, multifídios e paravertebrais na região posterior, diafragma na região superior e assoalho pélvico na região inferior são acionadas formando um "cinturão de força" durante a prática do exercício e são responsáveis pela estabilização da coluna e alinhamento da postura. Lembrando que os músculos mais profundos são fundamentais para que tenhamos uma estrutura forte e livre de lesões não só durante a prática, mas também nas atividades corriqueiras do dia-a-dia como entrar no carro, levantar um objeto do chão, manter-se sentado e etc.

"O Pilates não atua na patologia em momentos de crise aguda da dor, este é o papel das sessões de Fisioterapia que, inclusive, deve ser prescrita por um médico especializado.



E aí, pilateiros! Vamos a uma boa dica?

O Pilates fortalece os músculos fracos, alonga os músculos que estão encurtados e aumenta a mobilidade das articulações. Movimentos fluentes são feitos sem pressa e com muito controle para evitar estresse. O alinhamento postural é importante em cada exercício, ajudando na melhora da postura global do indivíduo.

Para conseguir o máximo da técnica, é necessário ter a certeza das diferentes formas de aplicação e do uso de cada equipamento. Uma das formas mais "fáceis" para obter esse conhecimento é saber que outros profissionais estão praticando e fazendo. Talvez essa seja o grande barato de ter um CD DUPLO DE PILATES que os Cds Universitários estão vendendo.

Com esse CD (e isso você pode ver clicando no link acima), ele traz artigos e matérias sobre a técnica, com uma aula de exemplo com dezenas de exercícios. É sempre importante ter mais opções para variar a sua aula.

Pilates, é uma dica boa, espero que vocês gostem e aproveitem!

Até a próxima!


Esse kit , desde o seu lançamento, foi um grande sucesso. Agora ele foi reformulado e a gravação deles está muito melhor.

Com um preço bastante competitivo, esses 15 dvds têm temas diversos, com as melhores video-aulas do mercado.

Esses dvds são indicados para professores de educação física ou fisioterapeutas e têm exercícios para usuários iniciantes a avançados.

O kit é composto de:

DVD 1 - 20 Minute Circle Workout
DVD 2 - Accelerated Fat Burning Workout
DVD 3 - Sculpting Circle Advanced
DVD 4 - Advanced Body Slimming
DVD 5 - Abdominal Sculpting
DVD 6 - Buns and Thing Sculpting
DVD 7 - Upper Body Sculpting
Dvd 8 - Pilates no Theraband Iniciantes
Dvd 9 - Pilates no Theraband Intermediário
Dvd 10 - Yoga Pilates I
Dvd 11 - Yoga Pilates II
DVD 12 - Bola Suica em Atletas I
DVD 13 - Dvd Pilates na Bola - Collen Craig
DVD 14 - Dvd Pilates na Bola - Stott Pilates
DVD 15 - Pilates em Gestantes

Frete grátis, entrega rápida, aproveite o preço especial de R$ 99,00 por 15 dvds!

Juntar dois tipos de atividade física potencializa os resultados obtidios. Quando a gente associa o Treinamento Funcional com o Pilates é composto por exercícios que tem por objetivo principal o fortalecimento do centro de força de nosso corpo, que estabiliza nosso tronco e de onde deveria sair toda nossa força para todos os nossos movimentos, localizado na região do abdômen, musculatura dorsal baixa e da região do quadril. Um centro de força 'realmente forte' possibilita o desenvolvimento eficaz de todos os benefícios que o método proporciona.

Periodizando e respeitando cada indivíduo dentro dos princípios de treinamento, os movimentos que compõem o pilates e o treinamento funcional, realizados dentro de uma biomecânica correta, poderão trazer os benefícios necessários ao praticante, seja ele um atleta, um desportista ou uma pessoa sedentária que queira ingressar na atividade física. Suas variações de exercícios tornam o treinamento de força seguro para iniciantes, crianças, adolescentes e adultos idosos, sendo desafiador o suficiente para atletas experientes.
 

treinamento funcional, aparelho pilates, exercícios pilates, aulas de pilates, pilates sp, treinamento funcional exercícios

Os exercícios são realizados com: bolas , TRX (Pilates suspenso), prancha de equilíbrio, escada de agilidade e aparelhos específicos do Pilates equipamentos ou solo. O treinamento é realizado a partir de combinações desses materiais.

As aulas são realizadas a partir do princípio do Método Pilates: concentração, respiração, controle, centralização, precisão e os princípios do Treinamento Funcional: individualidade, sobrecarga, progressiva, periodização, fácil/difícil, especificidade.

O cuidado com a postura durante os exercícios devem ser priorizados para manter a qualidade e o desempenho da execução do movimento.

Benefícios do Treinamento Funcional:

Perda de Peso;
Melhora da Postura;
Melhora do equilíbrio muscular;
Melhora do desempenho nos esportes;
Diminuição de ocorrências de lesões;
Melhora na eficiência dos movimentos;
Maior estabilidade da coluna vertebral;
Melhora do equilíbrio estático e dinâmico;
Desenvolvimento da consciência sinestésica (sensação do movimento).

pilates-e-capaz-de-ajudar-pacientes-com-enfisema-pulmonar
O Enfisema é uma doença crônica que faz parte de um grupo de doenças pulmonares denominado: "Doença Pulmonar Crônica Obstrutiva" (DPOC), que interfere com a respiração normal.

Geralmente se desenvolve depois de muitos anos de agressão aos tecidos dos pulmões devido as toxinas presentes no ar e especialmente presentes no cigarro. Essas toxinas destroem os alvéolos que sofrem alterações na respiração, dificultando as trocas gasosas (alvéolos: se localizam na base dos pulmões, onde acontece melhor troca gasosa durante a respiração). Percebeu porque tem problema respiratório?Isso geral uma complicação no processo natural de transformar o oxigênio inalado presente no ar em gás carbônico dentro do organismo. Assim,  os pulmões perdem sua elasticidade e exalar fica difícil. À medida que os danos progridem, o esforço de trocas gasosas para respirar aumenta.

A atividade física tem um grande impacto na vida desses pacientes com problemas respiratórios, melhorando a função cardiovascular, o sistema ventilatório, auxiliando no aumento da resistência e força muscular, e entre outros benefícios. O Pilates, sem dúvida nenhuma, é mencionado como excelente atividade na melhora diária desses pacientes.

A Respiração, o primeiro princípio básico do Pilates, enfatiza um bom padrão ao inspirar e expirar, utilizando a ativação de músculos profundos e estabilizadores do centro de nosso corpo, região lombo pélvica. Esse padrão de respiração encoraja a utilização dos lóbulos inferiores dos pulmões durante uma expansão látero posterior da caixa torácica, em especial onde a eficiência das trocas gasosas será maior, como já citado acima.

Com isso, os exercícios de espirometria, especialmente o Espirômetro de Incentivo TRI BALL, influenciam diretamente no auxílio ao cliente com enfisema, minimizando os sintomas de falta de ar ou até recuperando totalmente a respiração normal.

Pacientes com DPOC podem ter dificuldades de respirar. Portanto, um bom padrão de respiração se tornará ponto primordial em suas aulas. Explicar aos mesmos a melhor forma de encorajar o padrão de respiração tridimensional, justificar o porquê respirar desta forma e pontuar todos os benefícios a ele.

Alguns exercícios que podem ser utilizados para esse tio de paciente:

•Respiração deitado em decúbito dorsal para entender para onde a respiração tem que ser direcionada;
•Respiração sentada com ou sem articulação de coluna para frente;
•Utilização do acessório Flexband para um feedback tátil com elástico com a caixa torácica;
•Exercícios de respiração com o Arc Barrel, em decúbito dorsal, ventral ou lateral (apoio da caixa torácica no equipamento);


Entre em Contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

© Aprendendo Pilates. All rights reserved.

Designed by Way2themes