Objetivos do Pilates na Escoliose





A Escoliose é uma patologia da coluna que pode também atingir pessoas adultas por excesso de carga, sobrepeso ou má postura. É um problema que afeta principalmente crianças e adolescentes com idades entre 8 e 18 anos afetando consideravelmente o crescimento saudável.

O Pilates para escoliose é uma forma de tratamento muito eficaz para quem possui esta patologia, pois seus exercícios ajudam o indivíduo a reabilitar-se, promovendo uma melhora constante de seu quadro clínico.

O objetivo do trabalho com o Pilates em um tratamento da escoliose, será evitar que continue a deformidade, diminuir a escoliose se é funcional, dar mobilidade, flexibilidade, desrotacionar a coluna no sentido corretor da escoliose, manter a posição de correção com fortalecimento muscular e funcionalidade da coluna vertebral, transferindo o aprendido à vida cotidiana e laboral.

Trabalhar sobre:

Estabilidade da cintura pélvica e cintura escapular. Trabalhar em posição neutra.

Mobilização e flexibilização da coluna vertebral nos 3 planos de movimento.

Buscar flexibilidade e mobilidade da coluna no sentido corretor, abrindo as costelas do lado encurtado. Uma vez que se alcançou mobilidade e flexibilidade, quando o aluno é consciente da posição correta, se aplicam exercícios de fortalecimento na posição de correção e alongamento axial.

Fortalecer o centro do power house para criar um corset muscular natural, e alongamento axial com ativação dos músculos paravertebrais.

Trabalhar em forma tridimensional, nos 3 planos de movimento com componente rotatório.

Trabalhar sobre os músculos que estão encurtados e fortes no lado da concavidade e os alongados e fracos (geralmente essa é a regra) no lado da convexidade, buscando alongar o lado curto ou côncavo, onde os músculos estão encurtados e fortalecer o lado largo ou convexo da escoliose onde os músculos estão alongados. Deve procurar equilibrar as tensões musculares de ambos os lados da escoliose, especialmente com o alongamento axial que ativa os músculos paravertebrais. Primeiro obter flexibilidade e propriocepção com o sentido corretor da escoliose, logo trabalhar o fortalecimento. Utilizar contrações lentas que se mantém, ou contrações isométricas assistidas com a respiração.

Trabalhar com a respiração para aumentar a capacidade respiratória, principalmente do lado encurtado buscando um efeito corretor da coluna e da caixa torácica. Buscar desrotacionar a coluna, flexibilizar músculos, fáscias e ligamentos por meio da respiração.
Se a escoliose é em forma de S, se trabalha com a curva principal ou a maior, logo a curva menor segue a maior.
Se além da escoliose há cifose, fortalecer o centro abdominal, espinhal e solo pélvico, irá corrigindo a cifose e trabalhar com movimentos necessários para a escoliose.
Se a escoliose está artrodesada, esse setor da coluna não tem mobilidade, ou tem mobilidade escassa, mas as zonas adjacentes superiores e inferiores são hiper móveis, podem apresentar dor, focar nessas zonas.

Assistir o aluno no alongamento do lado encurtado. Realizar inspirações sustentando e aumentando o comprimento desse lado encurtado, aplicar a técnica de streching resulta em muita efetividade.

Trabalhar com consciência corporal, imagem corporal e propriocepção, adotar e manter um alinhamento correto da postura não somente durante as aulas de Pilates, sendo que deve ser transmitido às atividades da vida diária melhorando sua funcionalidade.

Utilizar as partes de um exercício determinado de Pilates, que vai à direção correta do que se busca.

Trabalhar e considerar o aluno como um todo, programar e planificar o trabalho em forma integral, avaliar o aluno em diversas posições tanto estáticas como dinâmicas, em posições de decúbito, quadrupeda, rolados, sedestação, bipedestação, marcha, atividades cotidianas e laborais.

Além disso, um outro objetivo do tratamento com o Pilates para escoliose, é evitar que essa deformidade continue, onde através dos movimentos propostos pelo instrutor, o ser humano diminui os problemas causados pela patologia, garantindo uma maior mobilidade, flexibilidade e fortalecimento muscular na funcionalidade da coluna vertebral.

Curso sobre Pilates na Escoliose

Os benefícios da prática do Pilates ao paciente com escoliose são variados, mas o conhecimento prévio de algumas características da patologia é indispensável. Nesse curso sobre Pilates na Escoliose, você vai aprender o que é, como avaliar e como tratar um paciente com escoliose através do método Pilates. Clique aqui e saiba mais!



Comente:

Nenhum comentário