Pilates para Idosos e a Osteoporose






O Pilates para idosos é uma ferramenta importante para fornecer qualidade de vida dessa faixa etária. Para trabalhar bem com idosos, você deve conhecer como acontece o processo fisiológico de envelhecimento. Essa transformação, com pessoas vivendo cada vez mais, também causa diversas consequências para o país.
Após os 35 anos de idade os ossos começam a passar por um processo de perda de massa. É um processo fisiológico comum quando estamos caminhando para a terceira idade. A falta de nutrientes relacionados ao cálcio é um dos fatores que nos levam a osteoporose.
A Osteoporose é uma doença metabólica do tecido ósseo gerada por:
  • Perda gradual de massa óssea;
  • Enfraquecimento das trabéculas ósseas por deterioração na microarquitetura tecidual;
  • Falta de qualidade do tecido depositado;
  • Perda de plasticidade e homogeneidade do tecido;
  • Diminuição da quantidade de mineralização óssea.
Devido a todos esses fatores, os ossos tornam-se frágeis e susceptíveis às fraturas.
A formação óssea acontece por células específicas para isso, então afaste aquela ideia de que o osso é uma estrutura morta.
Essa renovação é continua e realizada por três tipos de células responsáveis pela formação, regulação e reabsorção da estrutura óssea enfraquecida (envelhecida). Essas células são:
  • Osteoblastos: formam a estrutura óssea;
  • Osteócitos: células mantenedoras da quantidade de minerais existentes no osso (cálcio);
  • Osteoclastos: reabsorção das células envelhecidas.
A osteopenia é, portanto, a diminuição de massa óssea, gerada pela perda de cálcio (osteócitos débeis). Muitas vezes quando não tratada ela leva a osteoporose.
Existem múltiplas funções para nosso arcabouço esquelético. Nesse estudo, falaremos principalmente sobre a capacidade do osso de suportar nossa carga axial. Ou seja, quantidade de massa corporal medida em quilogramas. Ele distribui essa carga de forma a absorver os impactos gerados pelo corpo.
Vários fatores podem influenciar gerando um desequilíbrio por todo o sistema.
Mas como isso se relaciona com o pilates? Simples: o pilates é considerado um dos possíveis tratamentos para a osteoporose.
Por ser um método eficiente no desenvolvimento consciente de movimentos, o pilates é uma atividade que promove um desenvolvimento a longo prazo. Além disso, por ser feito sob supervisão de um fisioterapeuta. Pode-se dizer que o pilates tem baixo risco de provocar lesões ou sobrecarga nos ossos, devido à sua metodologia.
As técnicas disponibilizadas pelo pilates minimizam os efeitos do envelhecimento, pois, ajudam a manter a saúde e as funcionalidades do corpo. O pilates é conhecido como arte do controle e do equilíbrio da mente em comunhão com o corpo. Portanto, visa o controle consciente dos movimentos, aperfeiçoando o físico.
Idosos que possuem dores nas articulações tendem a melhorar com a atividade. Os movimentos de tração e tensão melhoram aspectos como a força e a flexibilidade. Isso tudo favorece uma remodelagem óssea.
Os efeitos mais positivos do Pilates para idosos foram gerados no ganho de flexibilidade nos indivíduos ou prevenção para a perda da flexibilidade muscular.

Portanto, o Pilates pode ser usado para combater as consequências da Osteoporose e dar maior qualidade de vida ao Idoso. .

"Se aos 30 anos você está sem flexibilidade e fora de forma, você é um velho. Se aos 60 anos você é flexível e forte, você é um jovem." Joseph Pilates

Se você é profissional e procura um bom conteúdo de Pilates para Idosos, entre no grupo VIP do Whatsapp para ter um desconto especial no Curso Pilates e Funcional para Idosos, além de conteúdos específicos.
Siga o perfil pilatesefuncionalparaidosos no Instagram


Comente:

Nenhum comentário