Como o Pilates atua na diminuição do estresse e ansiedade





Estresse

Muita gente não sabe que o Pilates é uma importante ferramenta para o controle da ansiedade e do estresse, sendo capaz de eliminar completamente as desagradáveis sensações que eles proporcionam. Com poucas horas de exercícios semanais é possível obter melhorias significativas, o que faz dessa prática uma excelente opção para as pessoas que sofrem desses males.

O Pilates é um método que utiliza técnicas de alongamento para tonificar os músculos e realinhar a postura. Além disso, os praticantes buscam união entre corpo e mente. Respiração, postura e concentração são alguns dos principais alvos da atividade.

No Pilates, a respiração é muito importante e faz parte da prática. Realizá-la corretamente, expandindo bem a caixa torácica e aproveitando ao máximo os alvéolos pulmonares, exige foco. Por outro lado, os movimentos também requerem concentração e consciência corporal porque, muitas vezes, são executados em superfícies móveis, flexíveis ou penduradas, que exigem equilíbrio de força e extensão.

A partir do momento que você identifica a necessidade, pode desenvolver um trabalho focado, principalmente, na técnica de respiração profunda.

A prática da respiração correta favorece o controle emocional e a concentração para execução adequada dos movimentos, permitindo o autoconhecimento.

E consequentemente, a melhora na relação entre corpo e mente do indivíduo.

Isso reduz significativamente alguns dos sintomas mais frequentes de estresse e ansiedade, como:

Depressão
Dores de Cabeça
Dores Musculares
Insônia
Irritabilidade
Sensação de Cansaço
Síndrome do Pânico

O trabalho no pilates promove a consciência corporal (fortalecimento, alongamento e flexibilidade), o controle da respiração e o consequente foco em si mesmo, que proporciona equilíbrio corporal e mental. Daí, a obtenção substancial de baixa da ansiedade nas atividades diárias e no relacionamento interpessoal.


Comente:

Nenhum comentário