História do Pilates







Conhecido por ser uma atividade que melhora postura, flexibilidade, força, respiração e até mesmo a qualidade do sono, o pilates é um método de controle muscular desenvolvido por Joseph Pilates na década de 1920. Por ser uma prática desenvolvida para aumentar a qualidade de vida, o pilates é adaptável e personalizável.

O Método Pilates foi o primeiro a ser ensinado e não usava bolas, faixas e outros acessórios. Era realizado no solo e em aparelhos desenvolvidos especialmente para a atividade. No Brasil, no início, apenas o de solo era praticado, pela dificuldade de produzir ou importar os grandes aparelhos. Mas muitos dos primeiros professores ministravam suas aulas em escolas de danças e academias utilizando acessórios e até alguns aparelhos aliados, que originalmente não faziam parte do método, como é o caso da bola suíça. Incorporada às aulas por sua versatilidade, a bola suíça tornou-se um símbolo do pilates.

Em um segundo momento, os equipamentos de pilates chegaram e passaram a ser produzidos no Brasil. Grandes e pesados, não eram uma aquisição vantajosa para academias, por ocupar espaço e por necessitar de turmas com número reduzido de alunos. Por isso, alguns profissionais começaram a adquirir seus equipamentos e abrir estúdios próprios para a atividade, nos quais aceitavam uma quantidade reduzida de alunos por turma, já que o uso dos aparelhos é individual. Logo, o pilates em aparelhos ficou conhecido como de alta qualidade e o pilates solo, chamado de MAT pilates, como de baixa qualidade, uma vez que a condução do instrutor é diferente para uma turma com 40 pessoas em relação a uma turma com dois ou três participantes.

Benefícios:
  • Corrige postura;
  • Aumenta a concentração;
  • Tonifica a musculatura;
  • Ajuda na coordenação motora;
  • Aumenta a resistência física e mental;
  • Aumenta flexibilidade;
  • Alivia dores musculares;
  • Melhora a respiração;
  • Auxilia na prevenção contra a osteoporose;
  • Promove bem-estar e eleva a autoestima;
  • Relaxa;
  • Ajuda no controle de peso;
  • Melhora o equilíbrio.

Sobre Joseph Pilates

‟Eu devo estar certo. Nunca tomei uma aspirina, nunca perdi um dia em minha vida. O país inteiro, o mundo inteiro deveria fazer meus exercícios. Eles seriam mais felizes. "

Nascido em 1883 na Alemanha em um vilarejo chamado Monchengladbach, Joseph Hubertus Pilates foi uma criança doente que sofria de asma, raquitismo, bronquite e febre reumática.

Desde cedo ele decidiu contrariar a sua forma debilitada, buscando nas atividades físicas uma solução para vencer seus problemas. Ele utilizou yoga, mergulho, boxe, natação, esqui e conhecimentos de Fisiologia, Anatomia e Medicina Oriental. Até os movimentos animais não fugiram das suas observações.

Aos 32 anos Joseph mudou-se para a Inglaterra, onde se tornou boxeador profissional, e anos mais tarde ficou recluso no campo de concentração de Lancaster. Foi neste campo de concentração que Joseph aplicou o método, um programa de condicionamento baseado em exercícios que eram realizados no solo.

Sua técnica foi reconhecida quando nenhum dos internos daquele campo sucumbiu a uma epidemia de gripe (influenza) que vitimou outras pessoas de outros campos.

Pilates tornou-se enfermeiro e trabalhou na recuperação de feridos da guerra utilizando as molas das camas para a melhoria da condição física destes pacientes.

Neste momento Joseph notou que a execução dos exercícios com resistência causava maior eficiência na recuperação destes indivíduos, onde a recuperação do tônus muscular acontecia de forma mais rápida.

Aos 46 anos de idade, na ida para os Estados Unidos da América, Joseph conheceu então sua esposa Clara no navio, uma enfermeira que trabalhou posteriormente com ele em seu estúdio em Nova York, localizado na 8ª avenida junto ao New York City Ballet.

O seu método começou a ser praticado por importantes bailarinos que apresentavam lesões, sendo recuperados por Joseph Pilates. Logo, a técnica ganhou adeptos e se espalhou por todo o mundo.
Sua primeira obra intitulada "Sua Saúde" foi publicada em 1934, cujo tema abordava saúde, qualidade de vida e a importância do exercício para a prevenção e reabilitação "cura" das patologias.

No ano de 1945 Joseph publicou sua segunda obra intitulada "O retorno à vida pela Contrologia" com coautoria de John Willian Miller explicando a denominação de Contrologia e o repertório de exercícios para aquisição de uma boa forma com baixo custo.

Um método tão atual...

Pessoas com boa consciência corporal e controle do movimento podem executar exercícios mais complexos e pessoas com restrição de movimento ou pouca consciência corporal podem realizar outros mais simples.

A força muscular é um dos componentes do método, mas não é o único. Cada exercício apresenta diferentes características de mobilidade articular, flexibilidade, força, controle e grupo de ativação muscular, e quando transportamos o mesmo movimento do solo para um equipamento ou de um equipamento para o outro, estas características podem se alterar completamente. Sem falar que é possível modificar movimentos de forma a beneficiar pessoas com lesões ou populações especiais como gestantes e idosos .

Clique aqui e veja materiais para o estudo do Pilates

Quer anunciar neste blog?
Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui

Quer sugerir uma pauta?
Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui ou um email clicando aqui




Comente:

Nenhum comentário